Restaurante Coi – San Francisco

EUA-90

Escolhemos San Francisco como o primeiro destino da viagem de comemoração de aniversário: o do Marcelo. A cidade superou nossas expectativas, mas vamos deixar isso para outro post… O objetivo agora é para falar do restaurante que escolhemos para a data especial: contemporâneo COI do proprietário e chef Daniel Patterson e que possui 02 estrelas Michelin

Pesquisando criticas na internet, vimos ótimos comentários e alguns não tão positivos pois em geral diziam que o menu degustação de 12 pratos não valia pelo que custa. Mesmo assim resolvemos arriscar.

O ambiente é sereno, luz baixa, decoração moderna e clean, ideal para uma comemoração entre casais. Desde a entrada ao local, o serviço é muito cortês e discreto.

Optamos pelo menu com harmonização de vinho e, em cada taça servida, o sommelier vinha a mesa mostrar a garrafa e falar um pouco sobre o rotulo escolhido.

Após o couvert, o primeiro prato chamado de sno-cone (tipo um gelo de laranja com pimenta rosa e limão negro) é oferecido com o intuito de limpar o paladar para o início da degustação. É bem refrescante, mas o sabor um pouco estranho…

COI-1

Em seguida, foi servida a entrada que acabou com a desconfiança inicial: um caviar servido sobre gema de ovo escalfada em azeite defumado, creme frache e cebolinha. Espetacular!

COI-2

Dois pratos que poderiam ser simples surpreenderam pela apresentação e sabor: o aspargo e o queijo de búfala.

COI-4 COI-5

Foram servidos dois pratos com frutos do mar, o de camarão acompanhava pepino e um caldo de cenouras fermentadas, muito saboroso e refrescante. O de caranguejo era uma sopa delicada e elegante (infelizmente não temos foto desse).

COI-3

O que parecia ser um bolinho de chocolate era um dumpling de cogumelos Morel. A parte interna eram camadas de batata envoltas em mais cogumelos e tomilho. Delicioso!

COI-6

Mais meu prato favorito foi a carne envelhecida, servida quase crua acompanhada de verduras temperadas com delicado molho de limão japonês. A carne era deliciosa e de textura incrivelmente macia.

COI-7

Para iniciar a fase doce do jantar, um moti de coco recheado com kiwi e shisso, seguido de morangos glaceados com alcaçuz e sorbet de erva-doce. O terceiro, um bolo de baunilha com ruibarbo e hibiscos. Esse último, dispensável. Os dois primeiros doces brincavam mais com texturas e sabores. E para fechar, um chocolate gelado recheado de marshmallow.

COI-9 COI-10

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COI-8

No geral, cada mordida foi brilhante e totalmente convincente.

Claro que não é um restaurante para visitas frequentes, mas recomendo para quem quiser ter uma noite de especial.

Share

Comentários

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *